GravuraZine "O Guardião" Lançamento no "Mulherio das Letras"

Foto: Alda Alexandre

Lançamento do GravuraZine "O Guardião", durante a edição goiana do "Mulherio das Letras 2017", que aconteceu no último sábado 08/07/2017, no Centro Cultural UFG.

Foto: Alda Alexandre

eXistenZ - de David Cronenberg (1999)

Resenha do filme: eXistenz  - de David Cronenberg (1999)

Um grupo de jogadores está reunido para experimentar a mais recente criação de Allegra Gueller, um jogo virtual chamado “eXistenZ”. Mas o que ser parece o início de uma emocionante aventura dá lugar a assassinatos, traições com um enigmático desfecho.
           
Num tempo em que jogos virtuais são uma realidade tão viciante a ponto de converter seus seguidores como uma verdadeira religião, um grupo de jovens se reune numa igreja para experimentar um novo jogo, o existenz. Para conduzir os doze jogadores escolhidos para essa emocionante e desejada experiência, está presente a programadora de jogos e criadora do existenz, Allegra Gueller, que ao dar início ao processo de conexão  com os demais participantes, sofre um atentado contra sua vida, sendo baleada. O autor do disparo é um fanático pertencente a um grupo que se opõe ao trabalho desenvolvido por Allegra.
           
Allegra se vê obrigada a fugir, conduzida pelo segurança Ted Pikul. Sem poder confiar em ninguém da empresa para qual trabalha, Allegra vê em Ted uma pessoa em que pode confiar.
Tendo sido danificado durante o atentado, o Console de Allegra, equipamento orgânico com o qual se conecta ao jogo, Allegra convence Ted, que nunca jogou e nem está adaptado para entrar no jogo,  a fazer um implante de bio-portas. Assim com um parceiro de jogo ela pode de dentro do existenz encontrar dentro do jogo o motivo da anomalia e assim consertar.
           
Para piorar a situação, existe uma recompensa pela cabeça de Allegra e a destruição do existenz.  Após um implante mal sucedido em Ted, os dois se instalam num chalé que julgam ser um local seguro. Inicia-se uma nova etapa da aventura, o existenz simula a realidade tão precisamente no ambiente virtual, que Ted chega a ter receio em continuar no jogo.



A aventura se passa num futuro indeterminado. Tem início numa igreja, que aparenta ser de uma época anterior. Essa igreja parece ser um local regularmente frequentado pelos jogadores. A seguir, os personagens principais percorrem estradas, hospedagens e chalés, para em seguida já dentro do jogo que é uma réplica perfeita da realidade, descobrir um mundo pulsante, repleto de cor, texturas e aromas. São cenários que recriam um restaurante chinês, um criadouro de anfíbios mutantes disfarçado de criadouro de peixe e finalmente um setor de produção que na realidade é uma estábulo, com feno e material cirúrgico.



A atriz Jennifer Jason Leigh interpreta Allegra Guiller , uma programadora de jogos idolatrada por uma crescente legião de jogadores.
Ted Pikul, o segurança inseguro que lentamente se revela frio e determinado é interpretado pelo ator Jude Low, possuidor de um belo currículo, atuou também em “O amor não tira férias” e “Cold Montain”.
                       

Este filme apresenta dispositivos curiosos. O console, por exemplo, que consiste num dispositivo orgânico composto por órgãos e sistema nervoso de anfíbios mutantes e DNA sintético. Seu formato é engraçado, parece uma geléia em formato fetal que emite uns grunhidos e se mexe quando tocado. O aparelho celular de Ted Pikul segue a mesma linha, mas se parece com uma barra de sabonete de geléia luminosa.



Outros dispositivos interessantes e que chamam muito a atenção são: os anfíbios mutantes de duas cabeças, que na verdade são uma mistura de anfíbio, salamandras e lagarto. E as armas feitas com o esqueleto do próprio anfíbio mutante e que dispara dentes humanos ao invés de balas.



Existenz é um filme que mostra uma realidade possível. É uma produção bastante parecida com Matrix, mas sem o domínio das máquinas que são substituídas por um organismo vivo que se alimenta da própria energia vital do jogador com que se conecta, como um parasita.
           
Os jogos virtuais estão presentes na rotina do ser humano, portanto, não é mais extraordinário e nem causa estranhamento a maioria das pessoas. Durante quase todo o filme,acreditamos que alguma coisa está acontecendo na realidade que parece estar se interligando ao mundo virtual e isso é intrigante.

Este filme propõe uma análise voltada para o futuro da humanidade, futuro esse que chega a ser mencionado por Allegra. A evolução tecnológica permite infinitas possibilidades de aperfeiçoamento e manutenção da vida. Mas não nos prepara para as consequências.

Confira o trailer e divirta-se!






Existenz
EUA, 1999
Elenco: Jude Law, Jennifer Jason Leigh, Ian Holm, Willen Dafoe.
Diretor: David Cromenberg
Duração: 97 minutos.


Por: Ilda Santa Fé

Estamparia em tecido inspirada na tribo Massai da África

Paulo Ribeiro veste camisa de tecido estampado por mim e costurada por ele próprio!

Estampas ganhando vida (2017)

Estudo de imagens e cores. (2017)

Estamparia em tecido








Sem título, apenas uma viagem fantástica entre galhos secos e retorcidos...

Sem título
Técnica: Monotipia
Ano: 2015

Lobo Guará

Título: Lobo Guará
Técnica: Lápis aquarelado
Ano:2017

Retrato de Rodolpho com seu violino

Rodolpho e seu Violino (trabalho em aquarela)
Proprietário: Rodolpho José Barbosa Júnior

Retrato de Renato

Renato
Aquarela (2016)
Trabalho feito sob encomenda.

Exposição: Utopia - o universo coletivo do ateliê livre de gravura FAV-UFG






'Utopia - o universo coletivo do ateliê livre de gravura FAV-UFG', 
de 14 a 18/09/2015,
 Faculdade de Educação - UFG











Passarinho do peito amarelo

Taxidermia realizada no Laboratório de Coleção Zoológica do ICB/UFG.
(20016)

TROVA DAS NASCENTES CERRADENSES



"Trova das nascentes cerradenses" . 
Minha xilogravura criada para o livro: "O cerrado em jornalismo, tipografia e cordel".  (2016)
Este ano nós do Ateliê Livre de Gravura da FAV/UFG fomos convidados a ilustrar, todo em xilogravura, o livro "O Cerrado em Jornalismo, Tipografia e Cordel". 
 Foi uma parceria riquíssima entre o Ateliê Livre de Gravura e o Ateliê Tipográfico. 




Matriz e primeira impressão - Xilogravura  (2016)

CRÂNIO DE BOI PÓS HUMANO


B. t. poshumanus 
Objeto escultórico desenvolvido especialmente para a Banda Posthuman Tantra.
Foto tirada pelo amigo e também artista Rodolpho Júnior, logo após a performance da banda no III FNPAS - Fórum Nacional de Pesquisadores em Arte Sequencial - FAV/UFG (2016).

Lobo Guará


Caros amigos! Estou participando do concurso de arte da Faber Castell com este trabalho. Peço a todos que gostarem do meu lobo que votem nele. Basta acessar o link, fazer o cadastro e votar. Sei que cadastros são chatos, mas creio que este lobo merece seu esforço!
http://concurso.inspirarte.art.br/artes/lobo-guara

Tucano - Ramphastos toco

Ramphastos toco (2010)

Ramphastos toco(2010)
Nome popular: Tucano
Nome científico: Ramphastos toco
Técnica: Osteotécnica
Proprietário: Laboratório de Coleção Zoológica  ICB/UFG

Este jovem tucano foi meu primeiro trabalho realizado através da osteotécnica. É uma montagem para fins didáticos e expositivos. Atualmente integra a coleção do laboratório de coleção zoológica do Instituto de Ciências Biológicas da UFG.

Escorpião Amarelo

Estudo para criação de objeto de arte, página de livro de artista (Livro dos Mortos).

Técnica: Aquarela

Estudo para criação de objeto de arte, página de livro de artista (Livro dos Mortos).

Técnica: Pontilhismo com Nanquim 

DRAGÃO - Experimento com lápis colorido neon da Faber Castell

Experimento com lápis colorido neon da Faber Castell 

(Foto 1)   Dragão - Desenho realizado com lápis neon e exposto a luz negra.

(Foto 2)  Dragão - Desenho realizado com lápis neon.


Este desenho foi realizado utilizando os ecolápis neon da Faber Castell, que vem acompanhados de duas canetinhas hidrocor, são lápis e canetinhas de cores fluorescentes, seu diferencial é o efeito neon e que quando exposto a luz negra ficam em extrema evidência.


(Foto 3) Estudo de cores - Lápis de cor neon

Como pode ser observado nos estudos de cores, estes lápis vem numa caixa de lápis de cor padrão, da linha escolar da Faber Castell, são oito lápis nas cores: rosa choque, vermelho fogo, laranja extremo, laranja radical, amarelo cítrico, verde limão, azul glacial, ultra violeta e mais duas canetinhas hidrocor nas cores amarelo neon e verde neon (Foto 3).
As cores são realmente lindas, porém claras. A mina destes lápis é macia e pode se obter uma boa cobertura nos desenhos. 


(Foto 4) Estudo de cores - Lápis neon + canetinhas hidrocor neon

Para um efeito mais vibrante, basta sobrepor estas cores com as canetinhas. Observe que nas cores amarelo cítrico, verde limão, laranja radical e laranja extremo o tom fica muito mais fote e vibrante quando sobreposto pela canetinha de cor amarelo neon, enquanto que de todas as cores, apenas o amarelo citrico e o verde limão reagiram bem ao serem sobrepostos com a canetinha verde neon.


(Foto 5) Estudo de cores - Lápis de cor neon + Canetinhas hidrocor neon + luz negra

Estes lápis são portanto uma ótima opção para aqueles que gostam de ousar e como eu realizar experimentos que se transformam em emocionantes aventuras visuais.



HARPIA

Hárpia
Acrílica, textura, lápis aquarelado e colagem sobre Canson 200g/m²
20x29cm  -  2016

OFICINA DE CARIMBO (Março - 2015)



Fui convidada a ministrar a oficina de "Carimbos artesanais com símbolos pagãos e animais de poder". Todos os que participaram desta oficina, confeccionaram dois carimbos, um com o animal de poder de sua escolha e outro com um símbolo pagão também de sua escolha. 
Ouso dizer que esta oficina foi um verdadeiro sucesso, apesar do horário e da pouca luz, uma vez que por causa da chuva tivemos que procurar um local coberto, porém que não oferecia uma luminosidade adequada, todos os participantes produziram carimbos lindos.
O encontro deste mês de março foi realizado no Parque Flamboyant, que fica próximo ao shopping center de mesmo nome. Cercado por prédios bem altos, o parque conta com um lindo bosque um lago e muita gente bonita e gentil que leva suas crianças e animais de estimação para passear, descansar ou simplesmente se deitar ao sol. No nosso caso, além do sol, também pudemos tomar uma doce chuva, que caiu sobre nós como confetes ao vento.
A proposta do encontro é conectar o bruxo ou bruxa à natureza, permitir que possam se encontrar, estabelecer novas amizades, trocar conhecimentos por meio de palestras e debates, realizar vendas de artigos místicos, trocar livros ou outros objetos e promover oficinas, nas quais os participantes tem a oportunidade de aprender na prática, técnicas de arte e artesanato que podem ser utilizadas em suas artes mágicas.